quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Você não é todo mundo!

Desde pequenos a gente escuta essa frase, né? Principalmente quando queremos algo que todo mundo tem e, nossas mães não querem (ou não podem) dar.
Essa frase acaba determinando muitas de nossas atitudes. 

- Para alguns, ela significa um veredito negativo, que não gostam e não podem mudar. 
- Para outros, é um desafio, precisam a qualquer custo superar os tais "todo mundo".

Mas você já parou pra pensar que você realmente não é, nem deve ser, todo mundo?

O ser humano adora ter ídolos, ícones e exemplos a quem imitar.
Olhamos para os outros, observamos o que têm, como são e, nos perguntamos porque não somos como eles. Acabamos entrando no círculo vicioso do descontentamento e comparação.
Você não precisa ser e nem ter o mesmo que ninguém para ser feliz!

- Já imaginou um mundo cheio de pessoas iguais?

Você não precisa observar uma dona de casa que parece ser perfeita e dar conta de tudo, para depois se cobrar por não conseguir fazer igual.
Você não precisa olhar o carro do vizinho e se lamentar porque anda de ônibus.
Não precisa comparar seu casamento com o de ninguém. Nem seu corpo, nem seus filhos, seus amigos, nada!

Você não precisa esperar nada para ser feliz hoje!

Para cantar, não é preciso ter uma voz bonita; para cozinhar, não é preciso ser chef de cozinha; para educar seus filhos, não é preciso ser pedagoga; para cuidar do seu corpo, não é preciso ter medidas de miss.
Sabe porquê? Porque você não precisa ser todo mundo!!

A palavra SER tem o sentido de possuir uma característica ou simplesmente refletir aquilo que você é.
A palavra PRECISAR, significa sentir a necessidade de ter algo.

E já que você não É (ser) porque haveria de NECESSITAR (precisar)?

Liberte-se da necessidade de se comparar ou de superar os outros. Viva a sua vida. Aproveite aquilo que você tem.

Não estou dizendo para você não sonhar. Os sonhos nos mantém vivos e esperançosos. Mas sonhar não pode te impedir de desfrutar da sua vida realSe você está vivendo assim, é porque está apenas cobiçando e não almejando (sonhando).
Deseje ser melhor, faça o seu melhor, mas dentro da sua realidade e das possibilidades que você tem. O resto do mundo não importa! 
Afinal, você não é todo mundo!!




Super beijo,
Alyne

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Como economizar sabão e amaciante

Oi gente!

Sempre que falo sobre sabão e amaciante, recebo muitas perguntas, principalmente sobre como economizo.
Bom, antes de mais nada, eu uso produtos de qualidade. Não adianta comprar produtos ruins e achar que renderão.
Muita gente acha que sabão precisa fazer muita espuma para limpar, mas isso é um grande erro. 
Espuma em excesso significa sabão em excesso. E isso danifica os tecidos, endurece as fibras e pode estragar alguns componentes da máquina de lavar.
Então quanto usar?
Simples! Leia o rótulo!!
Cada marca tem sua própria sugestão de uso, então precisa ler antes de usar.
Por exemplo: as medidas da marca Ariel são para máquinas de 8kg. Se a sua for maior, você precisa usar mais; se for menor, menos.

Qual a diferença entre sabão em pó e sabão líquido?

A primeira (visível) é a textura. Mas eles também apresentam concentração e diluição diferentes. Os dois cumprem o seu papel, desde que você siga as instruções.

Tirei uma foto para ilustrar melhor a quantidade de produto a ser usado:



Reparem nos 3 copos. Todos são iguais.
De acordo com o rótulo, para lavar uma máquina de 8kg eu preciso de:


  • 1 dosador de sabão líquido, equivalente a 63ml; ou



  • 1 dosador de sabão em pó; equivalente a um copo americano (200ml).

O líquido é concentrado, por isso você precisa de menos produto. 

E para quem gosta de amaciante:


  • 2/3 do dosador (aproximadamente 30ml).

Particularmente, eu prefiro o sabão líquido. Acho que rende mais, dilui melhor e limpa mais.

Agora, uma coisa muito importante: muita gente não usa nada para medir os produtos. Simplesmente enche o reservatório da máquina. 
Atenção: os reservatórios variam de acordo com a marca. Você pode estar colocando produto demais e desperdiçando o seu dinheiro.
Use sempre um medidor. Caso use o pó, deixe perto da caixa um medidor de 200ml, assim você não esquece. Se usa o líquido, basta usar a própria tampa.


Sabão e amaciante "pesam" bastante no orçamento doméstico, então sempre é bom ficar de olho, né?!

Super beijo,

Alyne

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Dicas para toalhas


1 - NÃO SECA DIREITO:

Se isso está ocorrendo porque sua toalha é nova, o primeiro passo é jamais utilizar uma toalha nova sem antes lavá-la. Além dela ter ficado à exposição na loja, sujeita à poeira e sendo manuseada por diversas pessoas, algumas marcas acrescentam produtos para amaciar o tecido e dar uma aparência melhor para aumentar as vendas. Conforme você for lavando, ela enxugará melhor, normalmente 3 lavagens resolve.
Caso ela seja uma toalha que você tem há algum tempo, ela pode não estar secando devido o desgaste das suas fibras, seja ele natural - por uso mesmo, ou então por erros sucessivos na lavagem. Neste caso, a solução é substituí-la por outra mesmo.

2 - MAU CHEIRO:

Ele pode ocorrer devido a toalha não ter secado corretamente após sua utilização ou após sua lavagem.
Para não passar por isso, após usar a toalha coloque-a para ventilar, de preferência fora do banheiro. 
Mas se você já faz isso e o mau cheiro é recorrente, você pode estar usando amaciante de maneira errada. 
O uso excessivo de amaciante forma uma película sobre as fibras, ele dificulta que sequem direito e seu acúmulo ao longo do tempo, causa um mau cheiro difícil de tirar.
Para evitar esse inconveniente, substitua o uso do amaciante por vinagre de álcool, e  caso queira usar o amaciante, diminua a quantidade usada e enxágue 2 vezes para garantir que não ficaram resíduos.
Em dias de chuva, quando as toalhas demoram mais para secar, acrescente 2 colheres de sopa de álcool líquido no último enxágue. Ele evita o mau cheiro.

3 - UMIDADE OU MOFO:

Eles podem ser causados pelos mesmos fatores do item anterior, e também por problemas na hora de guardar ou na hora de colocar para lavar.
Verifique se o armário onde elas são guardadas não apresenta umidade ou mofo. Eles são facilmente transferidos para os tecidos. Evite guardá-las nos banheiros também, esse é um ambiente naturalmente mais úmido. Prefira armários nos quartos ou outros cômodos. 
Na hora de colocá-las para lavar, evite fazer um "bolo"e jogar dentro do cesto de roupas sujas. A umidade presente nelas poderá causar mofo. Se não puder lavá-las imediatamente, primeiro deixe que sequem bem, para depois usar o cesto.

4 - ASPEREZA:

Tem gente que reclama de que ao secar-se, já faz uma esfoliação forçada no corpo todo! O tecido áspero da toalha fica parecendo uma lixa!
Para evitar que isso aconteça, evite secá-las ao sol. O sol resseca as fibras, dando essa sensação. Então, se for usar um varal, pendure-as num local com sombra. 
Além disso, passar toalhas à ferro muito quente também tem o mesmo efeito. Elas não precisam ser passadas, mas caso faça muita questão, use temperatura baixa e sem vapor. 


Super beijo,

Alyne