terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 10

Ufa!! Depois de mais de dois anos e meio, desde o primeiro "Oi" no site de namoro virtual e depois de passar por muita coisa durante esse período, finalmente o casamento iria sair.
Como escrevi anteriormente, a gente não tinha dinheiro, todo mundo contribuiu um pouquinho para que a festa acontecesse.
Meu pai pagou a diferença no cartório, porque para a juíza vir em casa realizar a cerimônia, era mais caro. Ele também providenciou o som.
Meus irmãos compraram as bebidas, minha mãe preparou as comidas. O Edu ainda deu uma espremidinha no bolso e conseguiu pagar a carne.
Para mim ficou a nossa roupa, flores, decoração e bolo.
A decoração eu consegui tudo emprestado! A gente só precisaria montar no dia. Um gasto a menos.
Já nossas roupas, eu estava preocupada, porque a grana era curta mesmo!!
Fui numa loja de aluguel para festas, pertinho de casa, e perguntei qual era o vestido mais barato da loja!! Sim, desse jeito!!
A moça até estranhou, quem chega numa loja falando isso?
Ela me mostrou um que eu adorei, mas disse que estava velho, já iria até desmanchar. Experimentei e ficou certinho em mim!
Perguntei o preço e ela falou que era R$ 60,00 (ou R$ 70,00, agora fiquei na dúvida). Nem acreditei! Tão barato assim!!! Era tudo que eu queria!! Escolhi mais um vestido para minha sobrinha, e dois ternos, um para o Edu e outro igual para meu filho. Consegui alugar todos por um pouco menos de R$ 200,00, dá pra acreditar??

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 9

Assim que eu estava legalmente solteira, começamos a pensar nos preparativos para nos casarmos.
A primeira coisa que precisávamos decidir era aonde iríamos morar.
Sabia que teria que vir para perto do trabalho do Edu, então comecei a mandar currículos para Barueri e região. Mas e a casa?
Combinamos de ir a várias imobiliárias, procurar uma casa para alugarmos. Comprar algo estava totalmente fora dos nossos planos.
Vim vários dias para cá, visitamos muitas casas, mas nenhuma nos agradou. A maioria era muito velha e as melhorzinhas, estavam muito acima do nosso orçamento.
Como eu contei no começo da nossa história, o Edu havia sido noivo por 7 anos e chegou a comprar um apartamento, mas nunca morou lá. Ele estava alugado e ficava numa cidade vizinha à Barueri, chamada Jandira.
Ele me levou para conhecer o condomínio, mas a primeira impressão não foi das melhores. Tinha cerca de 40 prédios, todos de 4 andares, sem elevador, sem playground, longe de tudo, num bairro com casas sem acabamento e perto de um cemitério!
Era tudo bem diferente do que a gente desejava, mas fazendo as contas, aquele apartamento era a melhor opção. Não precisaríamos pagar aluguel e assim não viveríamos tão apertados.
Como ele estava alugado, não olhei por dentro, mas ele disse que faríamos uma pequena reforma. Concordei e ele comunicou o inquilino para desocupar.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 8

Na parte 6, eu disse que estava começando a fazer minhas próprias escolhas, baseadas naquilo que meu coração me dizia e não mais influenciada pelo que quer que fosse.
Durante os seis primeiros meses de namoro (já estávamos noivos), o Edu só ia me ver uma vez por semana. Ele gastava muito com gasolina e também com os nossos passeios.
Mas a vontade de ficar junto era tão grande, que sugeri então que ele fosse todo sábado, dormisse lá e voltasse para Barueri no domingo. Assim não aumentaria seu gasto e nos veríamos dois dias.
Para que isso fosse possível, ele dormiria na minha cama, eu e meu filho dormiríamos com minha mãe no quarto dela e meu pai dormiria na sala. Todo mundo concordou.
Quando já estávamos em 2004, mais de um ano juntos, passamos a dormir no mesmo quarto.
Foi um verdadeiro escândalo! Vou contar como foi.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

4 sinais de que seu estresse é falta de organização

Oi gente!!!
Tudo bem com vocês?
Já estamos em Dezembro! Como o ano voou! 
Normalmente esse é o mês que passa mais rápido. São tantos compromissos, festinhas de final de ano, fechamento de metas, comprar presentes, concluir as resoluções que fizemos beeem lá no início do ano e mais uma infinidade de tarefas. Ufa! Muita coisa para pouco tempo. E no final do ano estamos exaustos e estressados não é verdade?
Mas você já parou para pensar que esse estresse pode ser consequência de uma vida desorganizada?
Se não faz a mínima ideia, vou citar algumas situações que geram estresse sem necessidade, porém, colocamos a culpa no transito, na crise, na falta de tempo, nos imprevistos e por aí vai. São as típicas desculpas para nos livramos das responsabilidades. 
Confiram!!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 7

Meu ex-marido decidiu que não assinaria mais o divórcio.
Ele tentou de todas as formas me convencer a voltar com ele. 
Primeiro apelou para parentes, depois enviou uma carta à igreja…
Tocava no assunto toda vez que ia buscar ou levar nosso filho…quis me convencer que eu estava doida, que estava arriscando a segurança do Vi, citou casos de pedofilia envolvendo padrastos…tudo!
Como viu que assim não me convenceria, começou a querer me agradar.
Passou a me elogiar, mandar presentinhos, até mesmo flores, coisa que em 7 anos de relacionamento nunca fez.
Muita gente me perguntava porque eu não o perdoava, afinal, ainda éramos casados no papel, tínhamos um filho, bastava uma palavra minha e tudo voltaria ao "normal".
Minha resposta era que depois que você conhece o bom, não acostuma mais com o ruim.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 6

Depois daquele dia no parque, realmente assumimos o nosso namoro.
Eu torcia para que tudo desse certo, porque ele era tão bom que parecia mentira!
Como eu ainda era da igreja, o próximo passo seria "convertê-lo", aí sim tudo ficaria perfeito!!
Cresci acreditando que deveria casar com alguém da minha igreja. Mesmo tendo feito isso e dado errado, eu continuava achando que isso era indispensável.
O convidei para ir ao culto e ele aceitou. Teve que madrugar, porque o culto começava às 10:00h e ele morava há mais de uma hora de distância. Mesmo assim ele não reclamou.
Eu estava ansiosa! Já o havia apresentado à minha família, ao meu filho e agora, seria a vez da minha igreja, comunidade a qual frequentei a maior parte da minha vida.
Eu cheguei antes das 9:00h na igreja, porque antes do culto tem a escola sabatina. Fiquei atenta ao relógio e quando ele se aproximou das 10, já fui lá fora ficar de olho.
As pessoas costumam ir com roupas sociais para o culto. Vestem suas melhores roupas, arrumam o cabelo, enfim, é um verdadeiro evento semanal. Para mim, que estava acostumada a isso era normal, mas imaginem para uma pessoa que se dizia católico, mas que na verdade não sabia nem o que era o Calvário!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 5

Combinamos de nos ver no próximo final de semana, dessa vez, meu filho estaria presente. Esta seria a prova de fogo, porque se eu não sentisse algo positivo, não faria sentido continuar com esse namoro.
Meu filho estava com 1 ano e 3 meses, já falava algumas palavras e era um bebê muito sociável. Ria com muita facilidade, gostava de brincar, mas não ia no colo de qualquer um. Quando alguém que ele não queria tentava pegá-lo, ele se inclinava pra trás no meu colo e eu logo avisava que ele não gostava muito de ir com outra pessoa. Isso acontecia muito na igreja. Ele era um bebê muito bonito e bem gordinho, o típico "bebê Johnson's". Então todo mundo queria pegar, apertar, essas coisas. Mas eu sempre ficava muito atenta aos seus sinais, jamais deixava alguém pegá-lo contra a sua vontade.
Eu estava muito ansiosa para esse encontro! Como seria, onde seria, como os dois iriam se comportar… Eu não fazia ideia de nada! Torcia pelo melhor, mas ao mesmo tempo, tentava me manter neutra, para poder captar cada detalhe.
Ouvi uma buzina no portão, era ele. Saí sozinha para abrir e enquanto ele estacionava, fui lá dentro buscar meu filho.

Economia: Previdência Privada

Olá meninas tudo bem? 
Dando continuidade nos produtos de investimentos, vamos falar hoje de previdência privada, embora eu não considere um investimento e sim uma complementaçao de renda para a sua aposentadoria. 
Vamos em primeiro momento ao conceito: Previdência Privada é uma aposentadoria que não está ligada ao sistema do Instituto  Nacional de Seguro Social(INSS), ela é complementar a Previdência Pública e fiscalizada pela SUSEP( Superintendencia de Seguros Privados) orgão do Governo Federal. 
E qual a diferença em relaçao ao INSS?? 
Na previdência Privada é possivel escolher o valor da contribuiçao e a periodicidade em que ela será feita.
Uma pessoa pode contribuir com R$ 100,00 uma vez por ano por exemplo, é claro que o valor que receberá quando começar a fazer uso dessa previdência é proporcional ao valor contribuído.
Além disso o valor investido em um plano de previdência pode ser resgatado pela pessoa se ela desistir do plano.
No momento em que escolhe o plano é importante está atento a forma de cobrança de impostos, independentemente do plano, existe a opçao por 2 formas de tributaçao: REGRESSIVA: Que favorece o resgate de uma só vez.
A outra é: PROGRESSIVA: Mais vantajosa para quelas pessoas que querem receber a quantia investida em formas de parcelas mensais e não resgatar todo o dinheiro em uma só vez.
Resumo do Post

domingo, 6 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 4

Eu estava bem indecisa se continuaria com ele ou não.
Àquela altura, tínhamos mais coisas contra do que a favor de algum relacionamento amoroso.
Minha prioridade era meu filho, a faculdade e o trabalho. 
Quando engravidei, eu estava no último ano da faculdade. Como fiquei dois anos afastada, o currículo mudou e o curso que era de três anos, aumentou para quatro. Por causa disso, tive que fazer algumas adaptações e deixar de cursar outras. Minha grade era diferente das outras alunas, não tinha aula todos os dias e mesmo quando tinha aula, não eram todas. Pra mim isso foi ótimo, porque eu poderia me organizar melhor com meu filho e com o trabalho. Normalmente saía de casa após ele acordar, deixava ele arrumadinho e já com a barriguinha cheia. Quando eu voltava, estava perto da hora da gente almoçar. O restante do dia, ficávamos juntos, já que eu trabalhava lá mesmo, ajudando a administrar os negócios dos meus pais. Tenho que salientar que sem eles, com absoluta certeza, todo esse processo teria sido muito mais doloroso e difícil pra mim. Talvez até impossível!
Resumo do Post

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 3

Ele segurou minha mão, me olhou no olhos e eu achei que fosse me beijar de novo, mas não. Ele me puxou levemente, na direção do seu peito. Fiquei numa posição meio estranha, quase em cima do freio de mão. Eu não estava entendo o que ele queria fazer, aí ele falou: "vem cá", me ajudando até que eu ficasse igual um bebê em seus braços. Então me abraçou bem forte! E o que eu senti foi uma paz… Uma proteção. Imediatamente pensei que ali estava o meu abrigo e eu não queria mais sair dali.
Nesse momento, fomos interrompidos por um segurança do shopping, que passou de moto e buzinou. 
Dei até um pulo de susto!
Aproveitei a deixa e falei que precisava ir embora, porque já estava tarde.
Saí do carro, me despedi e ele ficou me olhando com aquela cara de "pidão", perguntando se eu realmente precisava ir embora, se não queria ir para outro lugar. Falei que não, que precisava mesmo ir.
Resumo do Post

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 2

Assim que eu entrei no shopping, vi que ele estava lotado! Muitas pessoas indo e vindo, parecia que eu estava na 25 de março!
Olhei para o banquinho que ficava em frente ao Bob's, pra ver se ele estava lá sentado, mas não estava. Fui andando mais um pouco, olhando pra todos os lados, até que o avistei no meio da multidão, andando no sentido contrário.
Eu o chamei bem alto: "Eduuuu"!!
Ele olhou pra mim, desviou o olhar e então olhou de novo, surpreso! Ele não me reconheceu de cara. 
Andei até ele toda sorridente, pedindo mil desculpas pelo atraso. Ele me disse que já estava indo embora, porque achou que eu não iria.
Nos cumprimentamos com um beijinho no rosto e um abraço de leve.
Resumo do Post

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Nossa história de amor - parte 1

Fazia apenas dois meses que meu casamento, que não chegou a completar três anos, havia acabado. 
23 anos, separada e com um filho de um ano e dois meses. 
Estava de volta à casa dos meus pais, que nunca deixaram de me apoiar, nem amparar. 
Tinha voltado pra faculdade há pouco tempo, focada em estudar, trabalhar e criar meu filho. Eu sabia que não seria fácil. A última coisa que passaria pela minha cabeça, era conhecer um homem e me apaixonar.
Pra dificultar um pouco mais, eu havia sofrido um grave acidente de carro e estava me recuperando.
Eu não tinha telefone celular, a internet na casa dos meus pais era discada e, dominada pelos meus irmãos. Na minha tv só passava desenhos, então eu estava bem alheia à tudo que não incluísse meu filho.
Era um sábado, março de 2003. Havíamos terminado de fazer o culto de pôr-do-sol (toda minha família era Adventista do sétimo dia). Coloquei meu filho pra dormir, e fui pra varanda, por um acaso, o computador estava de "bobeira".
Resumo do Post

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Produtos para correção das sobrancelhas

Oi estrelas da Alyne, tudo bem com vocês? Por aqui super animação quando se trata de post para esse blog charmoso que amamos não é mesmo? Bom, o tema de hoje considero hiper, mega, super importante pois quando se trata de sobrancelha, se trata da moldura do nosso rosto. Não entendeu? Então vem comigo que te explico.

As nossas sobrancelhas são consideradas a moldura do nosso rosto pois elas que definem todas as nossas expressões, se estamos felizes, tristes, chateados, brabos etc através dela você consegue saber exatamente o estado da pessoa, por isso que é tão importante mantermos o cuidado com elas. Atualmente existem diversos profissionais especializados em design de sobrancelha, micropigmentação para quem tem falhas na qual não cresce mais pêlos, e isso é importante até para auto estima nossa, por que ter uma sobrancelha bem feita e definida muda tudo, mudo nosso rosto, nosso olhar e até mesmo nossas expressões.

Eu aconselho quem nunca fez as sobrancelhas a não se arriscar a fazer em casa, pois existetécnicas para cada tipo de rosto, deixando assim no formato adequado para cada pessoa. Feito isso, após ela já estar desenhada adequadamente para seu rosto você vai notar que existem falhas, que parece que uma está diferente da outra, que você gostaria que fosse mais preenchida, enfim nós mulheres sempre queremos mais! Rsrs 
Resumo do Post

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

10 Dicas de decoração para o natal

Olá, meninas! Como vocês estão? Animadas com as festas de final de ano?
Hoje vou dar 10 dicas criativas e baratas para enfeitar a sua mesa no Natal. Algumas requerem um pouquinho de habilidade manual e outras não requerem quase nada. Escolha a(s) que mais te agrada(m) e mão na massa para uma noite de Natal ainda mais linda!

1- Porta guardanapo de feltro.

                

Achei lindo esse com o Gingerbread Man! Outras opções são botinhas de Papai Noel, bolas de Natal, estrelas, bonecos de neve, renas, etc...
Foto: @poenamesadecor

2- Porta talheres de botinha.

                        

Se você, assim como eu, não é mestre na arte do tricô e crochê, pode fazê-las com tecido ou até mesmo com papéis de Scrapbook.
Foto: @lolahome

3- Papai Noel de moranguinhos e chantily.



Não é uma graça? Vale para decorar bolos, tortas, mousses, etc...
Foto: @cozinhadamaria

4- Porta guardanapo com a flor do Natal.


Basta amarrar as flores (encontradas até em lojas de R$1,99) em argolas para cortinas.
Foto: @vamosreceber

5- Velas com juta e folhas.

                                 


Não esqueça de acendê-las para um clima mais aconchegante.
Foto: @shopfesta

6- Vasinhos com pinhas.


Fácil e lindo! Arremate com um lindo laço de fita.
Foto: @mesaposta

7- Trilhos de mesa com fitas e pinhas.

          

Essa todo mundo sabe fazer, né!?
Foto: @cozinhadamaria

8- Micro bolos de Papai Noel.

               


Além de serví-los como uma das sobremesas, você pode colocá-lo junto aos pratos para decorar.
Foto: @festejarcomamor

9- Caixinha no tema Papai Noel.


Feita com pote de sorvete, tecido e EVA, é uma ideia barata e criativa para presentear as crianças que passam a noite de Natal na sua casa, além de decorar aquele cantinho meio "pelado". Uma opção legal é enchê-las de guloseimas.
Foto: @encontrandoideias

10- Laços para decorar as cadeiras.


Caso não queira decorar todas as cadeiras, enfeite apenas as das pontas ou intercale.
Foto: @bruno_carvalho

Por hoje é isso, meninas...
Um beijo no coração e fiquem com Deus!

Flávia Cusin 

Instagram: @flaviavillelacusin


terça-feira, 24 de novembro de 2015

Como preparar feijão


Oi gente! 
Antes de ser mãe eu detestava feijão!! Mas cresci com minha mãe dizendo o quanto ele faz bem, então resolvi aprender a fazer para meus filhos.
Nesse post vou contar à vocês como eu faço.




Antes de mais nada, você deve comprar uma boa marca de feijão. Olhe bem o saquinho, preferindo os grãos mais claros, porque isso significa que são mais novos. 
Em seguida, você precisa "escolher" o feijão. 

Preparando:

Despeje numa superfície plana (uma mesa ou pia) a quantidade que você deseja cozinhar. Vá separando os grãos bons e inteiros dos quebrados, escuros e também de eventuais pedrinhas e galhinhos que veem junto no saquinho.
Coloque o feijão em uma tigela e encha de água. Vá esfregando as mãos nos grãos para lavá-los. Escorra a água e faça isso novamente. 
Depois, coloque-o dentro da tigela e cubra com água, deixando a água uns quatro dedos acima dos grãos. 
Depois deixe de molho por cerca de 6-8 horas, eles irão inchar e ficar mais claros ainda.
Precisamos deixar de molho, porque o feijão possui "rafinose" que prejudica a digestão e dá gases. Deixar de molho evita isso.

Cozinhando:

Escorra bem a água onde o feijão ficou de molho e dê mais uma lavada.
Coloque o feijão numa panela de pressão e cubra com água até uns dois dedos acima dos grãos.
Não encha demais a panela! Verifique a marca de segurança, se a sua não tiver, deixe uns 10 cm da panela de pressão vazia, para não ter risco de explosão.
Leve ao fogo médio, por cerca de 35 minutos.
Desligue e espere todo vapor sair, para depois abrir a panela.
Se você abrir e não achar que estão macios, coloque um pouquinho mais no fogo. 

Congelando:

Para congelar, coloque o feijão em potinhos que tenham tampa, leve à geladeira (aberto) tempo suficiente para esfriar. Depois tampe e coloque no freezer. 
A validade é de três meses no freezer.
Não costumo colocar etiquetas com data, porque cozinho somente pra semana. Mas se você for cozinhar mais, é importante colocar a data para não passar da validade.
Congele porções do tamanho que sua família irá consumir. Uma vez descongelado, nenhum alimento pode ser recongelado.
Para descongelar, basta tirar o potinho do freezer e deixar na geladeira, de um dia pro outro, ou colocar o potinho no micro-ondas na potência descongelar.




Temperando:

Você deve temperar o feijão assim que ele estiver cozido ou após ser descongelado.
Essa parte é difícil de indicar o modo "correto", simplesmente porque não há.
Eu sempre falo para perguntarem às mães ou avós, porque temos na nossa memória o gostinho do feijão que comíamos na infância. Além dos costumes de cada região do nosso país.
Vou dizer como eu faço:

Coloco um fio de óleo numa panela, levo ao fogo e acrescento cebola e alho picadinhos. Deixo dourar e coloco o feijão cozido.
Coloco mais água, deixando 1 dedo acima dos grãos. Abaixo o fogo, coloco sal, um pouquinho de vinagre e uma folha de louro. Deixo ferver uns 10 minutos e pronto!!


                  

Sabendo disso, que é o básico, você pode começar a se aventurar na cozinha. Acrescentar linguiça, bacon, carne seca e até mesmo alguns legumes ao seu feijão.
Vá testando até chegar no seu ponto, assim o feijão ficará com o seu toque único e especial.

Beijos,

Alyne

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Viagem em família: Acampamento Paiol Grande

Oi gente!! Vim contar pra vocês sobre nosso feriadão!
Fomos conhecer o Acampamento Paiol Grande, que fica na cidade de São Bento do Sapucaí, interior de São Paulo.
O Acampamento existe há quase 70 anos, é muito conhecido entre crianças e adolescentes, devido à temporada de férias e também formaturas. Mas eles possuem  duas temporadas por ano dedicadas às famílias!! Uma experiência diferente e riquíssima, que visa estreitar os laços e perpetuar o espírito de companheirismo, colaboração e união entre as pessoas.
Nossa temporada foi do dia 14 ao dia 22 de novembro, durante o feriado da Consciência Negra.
Logo de cara, quem está acostumado a hotéis e pousadas convencionais, pode estranhar um pouco. Isso porque as acomodações são coletivas e separadas por sexo e idade. Dependendo da configuração da família, todos ficarão em quartos separados. 
Lendo isso, a imagem que vem à nossa cabeça é de instalações tipo do exército, algo meio improvisado e com pouco conforto. Mas podem esquecer isso! Os chalés são lindos, super confortáveis e organizados.

Chalé Primavera - Paiol Grande

Eu fiquei no Chalé Primavera. Minha filha, no chalé Lua e meu esposo e filho, no chalé Estrelas! Eu deveria ter ficado nesse, né? rsrs Mas esse é um chalé de dois andares, então os homens ficaram embaixo e os adolescentes em cima.

As camas são beliches, possuem roupeiros individuais, os banheiros são amplos e super higienizados.
O Acampamento promove uma série de atividades interativas, desde a hora da Alvorada, até a hora de dormir. Atividades lúdicas, esportivas, educativas, lazer e contato com a natureza.
As refeições são animadas, com músicas e batucadas sincronizadas nas mesas. Durante a hospedagem, são servidas 5 refeições diárias, preparadas com primor pelo chef Flávio e sua equipe. Sucos, saladas, pratos quentes e sobremesas. Tudo com muita fartura e para todos os gostos.


Atividade com as crianças após o almoço: artesanato.


Caminhada até a Cachoeira dos Amores.


Crianças do Chalé Lua, cantando durante o café da manhã.


Lazer durante a tarde, pai e filho se divertindo juntos.


Turma do Chalé Primavera e sua animação.


Jogos e gincanas unindo jovens e adultos. O espírito é de participação, não há vencedores, nem perdedores. Apenas pessoas felizes, se divertindo juntos.


Teve também o Show de Talentos, onde todos podiam se apresentar no palco. Minha filha e as filhas da Quelen deram um verdadeiro show de cantoria!



Estes são alguns dos monitores do Paiol. A equipe é muito grande e todos são muito animados e gentis, além de treinados para cuidar de todos.



As manhãs costumam ser um pouco nubladas, mas logo o sol volta a reinar.


A natureza dando seu show também!!
Pra onde a gente olha, só vê beleza e inspiração.
Tivemos também os jantares temáticos, como este jantar do Rock.



A sensação que temos é total integração entre o ser humano e a natureza.




Primeira vez que meus filhos pescaram, juntos com o papai. Foi só alegria!!



Visão do chalé.



Isabelly amou andar  à cavalo. Foi acompanhada o tempo todo pela Carol, a monitora que ganhou nosso coração.


São muitas opções de atividades, impossível uma não agradar.


O Acampamento Paiol Grande é uma Fundação que não visa lucros. O dinheiro que é arrecadado com as temporadas é utilizado para pagamento dos colaboradores, manutenção e o restante vai para ajudar algumas instituições parceiras, por exemplo a AACD.
A missão do Paiol é contribuir para formar cidadãos mais humanos, com valores como: respeito, simplicidade, companheirismo, integração, espiritualidade, positividade, gentileza e amor ao próximo.
A minha família e a da Quelen (@mae1001utilidades) pôde vivenciar a magia do Paiol e tenho certeza de que saímos de lá melhores do que quando chegamos.


Esta foi a primeira temporada de muitas que iremos! Não tenho dúvidas disso! 
Não quis revelar detalhes mais minuciosos do que os que já descrevi, porque não quero tirar de vocês a sensação de deslumbramento que tive ao ir descobrindo detalhe por detalhe do Paiol. 
Vale à pena fazer um esforço e ir conhecer! A experiência é para a vida toda e suas famílias nunca mais serão as mesmas!
Ver o brilho nos olhos dos meus filhos, o sorriso e a satisfação de sentirem-se especiais e úteis, não tem preço. O mundo precisa de mais lugares como este!!

Para conhecer mais, acessem o site: www.paiolgrande.com.br

Para mais fotos, acessem: www.facebook.com/baudenoticias

Obrigada Paiol Grande! 

Beijos,

Alyne



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Erros na hora de organizar.

Oi gente!!!
Tudo bem? Que delícia estar por aqui de novo!!!


Hoje vou falar de algumas situações que provavelmente já aconteceram com vocês na hora de começar a organizar a casa. São erros comuns, mas que se não prestamos atenção, o projeto de uma vida mais organizada pode ser adiado.  

foto:  internetividade.com.br


Veja a lista de alguns que você pode estar cometendo e nem sabe:


NÃO PRATICAR O DESAPEGO: Se você quer ter uma vida mais organizada e prazerosa, significa que terá de fazer algumas escolhas. Não dá apenas para reorganizar o que já possui, precisa se desfazer dos objetos inúteis, repetidos, estragados ou que não usa. Organizar bagunça é uma tarefa impossível, além de exaustiva. Por isso, antes de tudo, é necessário se preparar psicologicamente para desapegar dessa tralha.  



ORGANIZAR TUDO DE UMA VEZ: Se a bagunça não se instalou da noite para o dia, com certeza não vai conseguir organizar tudo nesse tempo.  Um exemplo clássico disso é quando tiramos todas as coisas do armário. Você finalmente consegue aquele tão sonhado dia para organizar seu quarto e está super empolgada. Mas a hora vai passando e quando percebe já está totalmente perdida. O jeito é pegar aquele bololô, colocar de volta no armário e esperar ter um tempo livre para terminar. Mas essa terrível experiência já te dá arrepios só pensar em retomar de onde parou e desiste da missão. Por isso gente, a organização deve ser feita aos poucos, começando pelos cômodos mais urgentes, gaveta por gaveta, de preferência por alguns minutos todos os dias. Dessa forma você faz bem feito e se mantem motivada.



IGNORAR A OPINIÃO DOS OUTROS MORADORES: Quando você mora sozinha, fica muito mais fácil colocar as coisas no lugar de acordo com a sua rotina e necessidades, mas se mora com mais pessoas, é fundamental pedir ajuda e a opinião deles. Não cometa o erro de jogar coisas que não são suas fora ou  fazer tudo do seu jeito ignorando os hábitos do restante dos moradores. Afinal de contas, a organização serve para trazer harmonia para dentro de casa e não o contrário.



NÃO TER UM PROPÓSITO: Querer ser mais organizada por si só, já te trará muitos benefícios, mas saber exatamente qual o motivo, é o mais importante para uma organização assertiva e duradoura. Ter mais tempo livre para sua família, economizar, deixar a casa mais bonita e eliminar o stress são ótimos motivos para começar.



ACHAR QUE A ORGANIZAÇÃO TEM UM FIM: Para quem acha que só porque deu aquela limpa no armário e arrumou tudo, se livrou da tarefa até o ano que vem, está muito enganado. Organizar a casa é igual tomar banho e escovar o dente, é um hábito diário fundamental para sua saúde e bem-estar. É para sempre, mas não deve ser chato ou te sobrecarregar, precisa ser natural!



O que acharam? Alguém se identificou com essas situações?



Beijinhos e tenham uma ótima semana! Até a próxima!




quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Como receber hóspedes em casa

Olá, meninas! Tudo bem com vocês?
Hoje vamos ver maneiras gentis de receber hóspedes para dormir em casa. Quem aí recebe família e amigos sempre?
Se você não tem um quarto específico para hóspedes na sua casa e costuma acomodá-los no quarto do seu filho(a) ou escritório, não tem problema, as dicas valem do mesmo jeito, ok?


1- Pequeno arranjo de flores.

Além de enfeitar o ambiente, demostra carinho com seu hóspede. Flores naturais, ok?


foto: @fashionchick

2- Cheirinho (Home Spray).

Uma sugestão deliciosa e com preço justo é a linha do Alexandre Herchcovitch vendida na Zelo. Costuma fazer sucesso aqui em casa! Você também encontra com facilidade na internet como fazer home spray caseiro. Mas fique atenta para não aplicar muito produto. Se o seu hóspede for alérgico ou tiver algum problema respiratório, a intenção em ser agradável vai por água 
abaixo.

3- Roupa de cama e colcha 

Bonita e passada, para que seu hóspede tenha, de fato, uma boa noite.

foto: @lolahome


4- Toalhas limpinhas e devidamente dobradas.

Acho bacana aplicar água perfumada para roupas ou home spray minutos antes do hóspede chegar.

5- Revistas.

Quem não gosta de dar uma olhadinha numa revista legal antes de dormir?

6- Sabonete novo no box.

Vocês devem concordar comigo que não é muito elegante aquele sabonete usado esperando o nosso hóspede, né!?! Um banheiro limpo, cheiroso e com sacolinhas novas nas lixeiras é fundamental.

7- Kit com shampoo, condicionador e hidratante corporal.

Costumo guardar amenities de hoteis para usar nessas ocasiões. Mas, obviamente, não é sempre que temos isso em casa. Então, basta separar um kitzinho com o que você tem.


foto: @vamosreceber


8- Água geladinha ao lado da cama.

Super importante! Alguns tomam remédio antes de dormir ou têm sede à noite.

9- Balinhas de hortelã e/ou um chocolate.

Antes de deixar o chocolatinho (gosto de colocá-lo em cima do travesseiro), lembre-se de verificar se seu hóspede não tem intolerância à lactose ou algo do gênero, hein!! 

***


Meninas, pode ser que até algumas de vocês achem isso tudo "frescura". Mas se coloquem no lugar do hóspede. Você não iria gostar de ser recebida com tanto carinho e capricho? Na minha opinião todas essas "frescuras" fazem toda a diferença e agrada sim a quem recebemos, além do que não custa nada, né!?

"Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedam anjos". (Hebreus 13:2)

Beijos! Fiquem com Deus! 
Até a próxima!


Flávia (@flaviavillelacusin)



domingo, 8 de novembro de 2015

Como limpar as grades do fogão - vídeo

Oi gente! tudo bem com vocês?
Pra quem amou a dica e ainda não assistiu ao vídeo para aprender certinho como fazer, basta apertar o play!!






Grande beijo,

Alyne


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Temas de festa preferidos das meninas

Olá estrelas da Alyne ! Tudo bem com vocês? Como passaram o fim de semana prolongado? Tão bom uns dias de descanso não é mesmo?

Como prometido no post anterior hoje vou falar com vocês sobre os temas preferidos das mocinhas. Anteriormente já tinha dito para vocês que tenho uma filha, a Maria Luiza, que está com 4 anos. Incrível como depois dos 3 anos elas se tornam tão decididas, não é mesmo? Até a festa de 3 anos eu ainda escolhia o tema, mas esse ano não teve acordo... Eu queria Branca de neve, mas ela queria a Peppa, então... fizemos da Peppa rsrsrs. A Branca de neve ficou arquivada!! Para a festa de 5 anos o tema também já foi decidido por ela, será da novela Carrossel, e ponto final hehehe.  


Trabalho com lembrancinhas e scrapfesta há pouco mais de 1 ano. Se você me perguntar qual o tema que mais saiu para as meninas nesse tempo, eu te digo de olhos fechados: Frozen !!! 8 a cada 10 encomendas que tive foi do filme Frozen. As princesas Elsa e Anna, junto com o boneco de neve Olaf conquistaram o coração das princesinhas!


festa frozen

sugestão festa Frozen
Frozen Fever também caiu no gosto das meninas. Com cores mais vivas e alegres, a festa de comemoração do aniversário da princesa Anna conta com lindos girassóis e os espirros da princesa Elsa são um show a parte!!

festa frozen fever

Princesas Disney

Ainda nesse segmento de princesas, as princesas Disney também estão entre as preferidas pelas meninas (e pelas mamães). Sendo todas juntas, ou separadas, as princesas proporcionam festas lindas e encantadoras, que nos remetem à magia dos contos de fadas!!

festa princesas disney

festa princesas

festa a pequena sereia
festa Cinderela

festa Branca de Neve


Minnie

Outra personagem da Disney, que não é princesa, mas que também faz muito sucesso entre as meninas, é a namorada do Mickey, a Minnie! Com duas possibilidades de decoração, rosa ou vermelha, as festas com esse tema ficam muito lindas e divertidas, podendo usar e abusar de laços  e flores!

festa minnie

festa minnie

Bailarinas

Ahhh que tema mais precioso!! Rico em delicadeza e suavidade, com muitos tules, pérolas e sapatilhas, esse tema encanta filhas e mamães!! Muito romântico, normalmente traz consigo as cores rosa e branca, podendo ainda ter tons suaves de lilás, azul e verde.

bolo bailarinas

mesa bailarinas

festa bailarinas


Monster High

Essas bonecas monstrinhas  fizeram a cabeça das meninas maiorzinhas e vieram com tudo!!! Com suas cores fortes e marcantes, em tons de preto, pink,roxo e azul, proporcionam uma festa linda e moderna.

festa moster high

festa moster high

Peppa

Não posso encerrar esse post sem falar da Peppa!! Essa porquinha  Britânica que encantou de vez as crianças de 1 a 4 anos!! Com todas as mamães que eu converso a  pergunta  é sempre a mesma: o que tem a Peppa pra deixar as crianças tão apaixonadas assim?? Com cores suaves e elementos simples, as festas com esse tema são fofas e delicadas, do jeitinho que as crianças gostam.

mesa festa peppa pig

festa pepa pig


*Imagens: Pinterest


Poderia citar aqui também My Little Poney, Ever after high, Barbie entre outros.  Bom meninas, existe uma infinidade de temas para as mocinhas. Tentei colocar nesse post os mais escolhidos por essas pessoinhas tão cheias de personalidade! Espero que tenham gostado!

No próximo encontro falarei sobre as festas dos meninos!!

Tenham uma ótima semana! Fiquem com Deus!!

beijo,

Mônica


Contatos:

E-mail: monigcarvalho@hotmail.com